Artigos

Nascimento prematuro afeta personalidade e escolhas amorosas no futuro

O BEBÊ PREMATURO E SEU BEM-ESTAR

Quando alguém diz que se precipitar pode dificultar sua vida amorosa, provavelmente não está falando de nascer antes da hora. Porém, um extenso estudo descobriu que bebês prematuros são menos propensos a formar parcerias românticas quando adultos.

As consequências do nascimento prematuro para a saúde são bem conhecidas, mas os efeitos sobre a personalidade nunca receberam a mesma atenção.

PREMATURO

Partindo da constatação de que pessoas nascidas antes de 37 semanas de gestação são mais propensas a serem tímidas e retraídas, a Dra. Marina Mendonça, da Universidade de Warwick, explorou como isso poderia influenciar suas vidas amorosas.

No JAMA Network Open, Dra. Mendonça relata que essas pessoas nascidas prematuramente têm 28% menos chances de relatar estar em um relacionamento, 22% menos chances de ter filhos, e quase metade da probabilidade de ter feito sexo no início dos 20 anos. Quanto menor o tempo da gestação, maiores estes efeitos na vida adulta.

Os resultados são baseados em um meta-estudo com amostra de 4,4 milhões de adultos, de 21 estudos realizados em 12 países.

Mendonça ressaltou que as limitações físicas não são um fator importante. A constatação de que adultos que nasceram prematuros são menos propensos a ter um parceiro, fazer sexo e ter filhos não parece ser explicada por maior de incapacidade física.

Ser prematuro não afeta a qualidade das relações, pelo menos na medida em que isso pode ser quantificado. Pessoas nascidas prematuramente classificaram suas amizades e relacionamentos amorosos como sendo tão satisfatórios quanto os de outras pessoas.

A compreensão que Mendonça e os coautores tiram dos achados é que pais e educadores devem estar cientes de que bebês prematuros provavelmente serão mais tímidos, para que possam ajudá-los a superar quaisquer dificuldades que isso possa representar na infância e na adolescência. Apoiá-los na criação de laços de amizade e integrá-los aos grupos os ajudará no futuro.

Tais intervenções podem parecer pouco naturais em alguns momentos. Por exemplo, na adolescência, os nascidos prematuros são menos propensos a correr riscos ou procurar diversão, o que pode dificultar a socialização.

VEJA TAMBÉM (NASCIMENTO PREMATURO)


https://rgpsicologia.com/


Deixe uma resposta