Artigos

Não aguenta mais gostar da pessoa errada? Essas dicas são úteis

Palavras-chave: gostar da pessoa errada; relacionamentos

Por Psicólogo Rodrigo Giannangelo | Publicado em 01 de abril de 2022


Você conhece alguém novo e surge um interesse – atração, admiração. A esperança de um relacionamento futuro aparece junto.

Você pensa que talvez seja diferente desta vez, que pode fazer dar certo. Seu parceiro se mostra igualmente interessado e as coisas parecem estar indo bem, quando, de repente… puf – dá tudo errado.

Você se pergunta o que houve. Parece que você tem uma peculiar tendência a gostar da pessoa errada.

Talvez você tenha se precipitado e entrado em uma “página” diferente da outra pessoa. Talvez tenha se interessado por alguém que não está disponível para se comprometer. Talvez você tenha se deixado levar por seus sentimentos e não percebeu sinais de que havia problemas.

São muitos “talvez”…

gostar da pessoa errada

Por outro lado, porém, se fechar e desistir de encontrar alguém pode lhe fazer perder boas oportunidades e impedir de se conectar a um novo parceiro de modo significativo.

Se você está cansado de gostar da pessoa errada e de repetir relações que não funcionam, considere as seguintes dicas ao conhecer alguém novo:

1. Preste mais atenção às ações do que às palavras

Como se diz: “falar é fácil”.

Quando você está interessado em alguém, é mais propenso a se encantar pelas declarações e relevar atitudes inadequadas. Assim, pode desconsiderar alertas óbvios de que há algo errado.

Avalie se as ações da pessoa são coerentes com as palavras.

2. Não suponha nada até que seja conversado

Palavras também são importantes, especialmente quando se trata do seu status de relacionamento. Nos envolvimentos atuais, passar muito tempo junto de alguém pode não significar que exista um compromisso entre vocês.

Por isso, é importante não supor algo que não tenha sido explicitamente conversado – Estamos saindo com outras pessoas? Estamos namorando? Etc…

3. Concentre-se no presente, não no potencial futuro

É fácil fantasiar um futuro quando você está se dando bem com alguém, mas isso pode atrapalhar seu julgamento sobre o que está acontecendo no presente. Observe se isso acontece e foque no aqui e agora.

Além disso, quando você está genuinamente no momento presente, aproveita melhor a relação e a oportunidade de conhecer de verdade a pessoa com quem está.

gostar da pessoa errada

4. Saia com outras pessoas

No início da relação, quando ainda não há um “contrato” de exclusividade entre vocês, não se feche a conhecer outras pessoas. Há situações em que um começo de apaixonamento se desfaz e revela ser mais carência que afinidade.

5. Crie uma lista de itens inegociáveis

A maioria de nós sabe que um relacionamento implica negociar e, eventualmente, ceder a vontades / opiniões do outro.

Porém, é importante ter em mente uma lista de itens que você considera inegociáveis.

Enquanto conhece alguém novo, verifique se sua lista está sendo preenchida; se não estiver, lembre das coisas que não funcionaram em seus relacionamentos anteriores porque você cedeu onde não queria.

6. Observe como você se sente quando está com a pessoa

Você se sente emocionalmente seguro e aproveita o tempo que passa com essa pessoa? Ou se sente inquieto, nervoso ou inseguro?

Pode parecer óbvio, mas nem sempre funciona assim na prática: se você está conhecendo uma pessoa que é boa para você, deve sentir coisas boas com ela.

7. Observe como você se sente quando não está com a pessoa

É importante prestar atenção em como você se sente quando está com essa pessoa, mas também observar como você se sente quando não está com ela.

Você se sente animada em vê-la novamente? Sente-se segura sobre a forma como ela se comunica com você quando estão distantes?

8. Estabeleça limites apropriados para você

Todos temos limites, mas alguns de nós são melhores em defini-los do que outros.

Saiba o que lhe deixa confortável e reconheça isso. Os limites ajudam você a defender-se e não comprometer suas crenças e seus valores.

Por exemplo, talvez intimidade física seja algo que você prefere esperar para ter. Se for o caso, explique à pessoa de modo carinhoso e assertivo.

gostar da pessoa errada

9. Preste atenção em como esses limites são recebidos

A maneira como alguém reage aos seus limites é reveladora.

Quando você expressa sua preferência por algo, seu parceiro ouve e considera, ou apenas ignora? Pesquisas mostraram que, independentemente de haver diferenças entre as pessoas que se relacionam (isso é inevitável), a forma elas se comunicam é decisiva para a saúde da relação. Uma prévia do que está por vir pode ser obtida expressando uma opinião ou preferência e vendo como a pessoa responde: fica na defensiva e se fecha, ou escuta e se abre para o diálogo?

10. Alimente seu autocuidado

Não renuncie a si mesma.

Continue cultivando as coisas que você gosta – hobbies, esportes, amizades.

Afinal, se você não mantém o cuidado consigo mesma, como conseguirá perceber quando alguém não estiver fazendo o mesmo com você?

11. Observe como a pessoa age quando está estressada

A maneira como um parceiro em potencial lida com o estresse normalmente é revelada ao longo do tempo, depois que a fase de “lua de mel” acabou.

O estilo de apego de uma pessoa normalmente se torna mais aparente sob estresse.

Por exemplo, depois de uma discussão, um parceiro com estilo de apego evitativo pode parar de responder a suas mensagens, enquanto um parceiro com estilo ansioso pode ligar sem parar.


RECADO PARA VOCÊ

A pandemia tem afetado o bem-estar de muitas pessoas. Ansiedade, estresse, medo – aconteceu com você?

Se você não estiver se sentindo bem, procure ajuda. Clique no botão abaixo e fale comigo.


VEJA TAMBÉM

https://rgpsicologia.com/

2 comentários em “Não aguenta mais gostar da pessoa errada? Essas dicas são úteis”

  1. Olá Rodrigo, meu nome é Lucianne Campelo e desde a minha tenra infância sofri inúmeros traumas. Hj adulta tenho uma imensa dificuldade em relacionamentos sociais e amorosos. Foquei minha vida somente no trabalho. Mas a cada dia sinto menos interesse em conviver profundamente com as pessoas. Me sinto solitária e não consigo sentir prazer em viver uma vida social. Sinto tédio com o cotidiano ” normal”. O que posso fazer para ter motivação pela vida? Obrigada.

    1. Bom dia, Lucianne

      Parece que vc passou por situações de vida intensas que não foram bem resolvidas.
      Não sei se vc já fez acompanhamento psicológico, mas creio que seja a melhor opção para vc nesse momento.
      Se quiser falar mais a respeito, por favor entre em contato pelo WhatsApp: 11 96361 7683 ou e-mail contato@rgpsicologia.com.

Deixe uma resposta